Notícias

Pronunciamentos marcam primeira reunião

03 de Fevereiro de 2009

             A Cmara Municipal de Passos realizou na noite de segunda-feira (2 de fevereiro) a primeira reunio ordinria do ano. O presidente da Casa, vereador Nivaldo Oliveira de Souza (Chaparral, DEM), deu as boas vindas a todos os colegas, desejando sucesso a todos. “Desejo sucesso a todos para um bom trabalho, porque bom para a cidade, a razo para a qual fomos eleitos”, afirmou.
            Logo aps a chamada, com as presenas de todos os vereadores, foi promovida a leitura de correspondncias. O presidente da Casa solicitou s bancadas a indicao dos lderes, para composio das comisses permanentes. Como o regimento prev que as bancadas tm prazo de uma semana para fazer a indicaes, a composio das comisses deve ser conhecida na prxima semana.
            Vrios populares e polticos acompanharam a primeira reunio. Como no havia matrias para serem votadas, a reunio foi marcada pelos pronunciamentos no grande expediente. O vereador Edmilson Amparado (PMDB) disse que pretende entrar com pedido de realizao de um crculo de debates sobre a destinao do prdio do antigo terminal rodovirio, revelando que inteno da administrao municipal implantar um centro administrativo no local, onde vrios rgos pblicos devem ser abrigados. O vereador afirmou que a medida vai trazer economia com gasto de aluguel e que a Prefeitura pretende construir um segundo pavimento no imvel.
            O vereador Luis Carlos Souto Jnior (Dentinho, PSDB) usou do primeiro pronunciamento para criticar a situao do sistema de sade do municpio, pois segundo ele faltam mdicos, citando o caso do PSF do bairro Bela Vista. O vereador afirmou que a gesto anterior deixou a Prefeitura estocada de medicamentos e com dinheiro em caixa. De acordo com ele, a nova administrao no pode falar em “caos” da sade se manteve em vrios cargos diretores da gesto passada. Disse que espera ver o novo Pronto-Socorro funcionando. Em aparte, o vereador Marcos Salutti (PMDB) afirmou que o novo PS foi inaugurado sem mdicos e sem a obra estar concluda.
            A vereadora Cenira Gomes Macedo (Tia Cenira, PR) manifestou preocupao com a situao da Fundao de Ensino Superior de Passos (Fesp), diante das notcias segundo as quais a relao de fundaes agregadas da UEMG pode estar chegando ao fim por conta de ao julgada no Supremo (STF). A vereadora quer a populao mobilizada, conclamando ainda a unio de alunos, professores, da Cmara e da Prefeitura para levar o caso at o governador Acio Neves. Cenira pediu a criao de uma comisso da Cmara em regime de urgncia para tratar do caso. O presidente Nivaldo Chaparral afirmou que tem a inteno de agendar um crculo de debates porque a UEMG um sonho de toda a regio.
            O vereador Jferson Faria (Jefinho, PTB) discorreu sobre a responsabilidade de todo o vereador na nova legislatura diante da expectativa da comunidade. Afirmou que como ex-policial militar sempre agiu dentro da legalidade para acrescentar que se a administrao municipal agir dentro da legalidade vai ter tranqilidade para trabalhar. Sobre a Fesp, disse que se trata de uma fundao municipal criada pela comunidade, por isso cabe a Cmara fiscalizar.
 
SDLP/jpe
002/2009
03/02/09

© 2019 Câmara Municipal de Passos
Todos os direitos resevados.